Merina Preta   Qualidades e Aptidões

O Merino Preto apresenta qualidades e aptidões idênticas às do branco, contudo é-lhe atribuído uma maior rusticidade, o que o tornaria mais resistente às adversidades do meio e do sistema extensivo de exploração. A produção de carne é a sua maior aptidão, seguindo-se-lhe a produção de leite e lã.

Reprodução:

As características reprodutivas do Merino Preto não diferem muito das do Merino Branco, sendo no entanto, considerado um pouco menos precoce. O primeiro parto sucede, correntemente, entre os 20 e os 22 meses de idade.

Podem apontar-se os índices:

Fertilidade

80 a 85 %

Fecundidade

95 a 100 %

Prolificidade

110 a 120 %

Produtividade

80 a 90 %





Produção de Carne

È a produção principal desta etnia, através, sobretudo, da carne de borrego, que é enviada para o matadouro com um peso vivo entre os 20 e 30 kg. Os pesos e o tipo de carcaça diferem ligeiramente dos do Merino branco pelas razões que têm sido apontadas. As carcaças de borrego são consideradas de boa qualidade, com um rendimento de 48 %.

Podem indicar-se os seguintes elementos relativos a esta produção.

Peso ao Nascimento

3.0 a 4.0 kg

Peso ao Desmame (120 a 150 dias)

20 a 25 kg

Peso dos Adultos

Macho

70 a 80 kg

Fêmea

40 a 50 kg



Produção de Leite

O regime de produção e a quantidade do leite produzido pelas Merinas Pretas são, em tudo, idênticos aos das Merinas Brancas. O período de ordenha é de 90 a 100 dias, e a produção média de 20 litros.

Produção de Lã

Durante muitos anos desvalorizada em relação à branca, a lã preta tem actualmente um preço semelhante. As características do velo e das fibras lanares são muito idênticas às do Merino Branco, diferindo apenas na pigmentação e no peso do velo, que é um pouco mais baixo.

Peso do velo

Machos

4.5 Kg

Fêmeas

2.5 Kg